Resenha - Livro Cinquenta tons mais escuros

07 março 2015


cinquenta tons mais escuros

Título: Cinquenta Tons mais escuros

Autor(a): E L James

Editora: Intrínseca

Ano de lançamento: 2012

Páginas: 485


* Pode conter Spoilers *
A história:

Com o término de seu relacionamento com Christian, Ana decide se dedicar ao trabalho, em uma editora de livros. Porém não consegue tirar seu cinquenta tons da cabeça.
Após seu bem sucedido dia de trabalho, Ana chega em seu apartamento e a campainha toca. Um rapaz a entrega uma caixa com rosas brancas e um cartão digitado por Christian.
Ana não resiste e se entrega aos seus desejos arrebatadores, ela não consegue suportar, e depois de uma longa semana de trabalho, Ana aceita um novo acordo com Christian, e se entrega de corpo e alma a essa paixão.
Com o passar do tempo Ana vai descobrindo coisas sobre o passado dele, e tenta compreender seu jeito apesar de tudo. Ela precisa tomar uma decisão, enquanto Christian tenta se livrar dos fantasmas que o atormenta.
“Ele me olha, os olhos arregalados e em pânico, e tudo o que podemos ouvir é o fluxo contínuo da água que flui sobre nós no chuveiro. – Você me ama – digo. Seus olhos de arregalam ainda mais, e sua boa se abre. Ele inspira fundo, como se tomasse fôlego. E parece torturado, vulnerável. – Sim – murmura. – Amo. “ p. 181
Minha opinião:
O segundo livro da trilogia Cinquenta tons de cinza, fica ainda mais empolgante. Principalmente por revelar mais sobre o passado de Christian, gostei muito disso. Ana e Christian ficam mais ligados, não apenas pelo sexo, mas mais emocionalmente também.
Tem muitos altos e baixos entre o relacionamento deles, e os baixos são quase sempre resolvidos na cama, enfatizando a parte erótica do livro. Mas o legal é que os dois começam a aprender mais sobre o que estão sentindo, pois é novo para ambos.
O final é emocionante e lindo, bem clichê e bem romântico. Vale a pena a leitura se você se identificou com o primeiro, só não é recomendado para menores de 18 hein!

Apesar das muitas críticas e elogios, por causa das partes eróticas, que aos olhos de muitos as que tem nesse livro, não é normal, estranho ou inaceitável, aceito a opinião de cada um.

No meu caso prefiro deixar o "preconceito" de lado e focar na leitura e se possível tirar aprendizado disso, não gente eu não falo da parte erótica do livro tá? mas aprender que há marcas que ficam para sempre mas todo mundo pode superar e ser uma pessoa melhor, porque o passado de Christian é triste e revoltante o que faz a gente pensar em monte de coisas e entender o lado dele e ficar feliz quando ele consegue ir superando isso.  

cinquenta tons mais escuros


A Resenha do Cinquenta tons de cinza está aqui. Em breve já irá sair a resenha do terceiro e último livro o Cinquênta tons de liberdade.



Acompanhe nas redes sociais:



2 comentários:

  1. ahhh vc n sabe meu amor por esse livro <3 eh mt perfeicao pra um livro so!!
    amei a resenha flor, achei que voce escreveu mt bem e representou o livro direitinho!!
    espera so para ler 50 tons de liberdade, eh de matar!!!
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!! Fico feliz :D
      Eu já li 50 tons de liberdade *_* é de matar e emocionar!

      Beijos

      Excluir