Sobre não se apegar

02 agosto 2017


TEXTO Sobre não se apegar


"Não se apegar, sobre isso dá para falar de tantas coisas, coisas do dia a dia, coisas da vida, coisas do amor, e sobre coisas. Coisas, como roupas, objetos, livros, coisas que você não precisa, não usa, mas está ali guardado em um canto.

Pratique o desapego, pense se essa coisa está ali há tanto tempo e você não usa, não te serve, por que não dá para outra pessoa, vende ou joga fora? Há tantas pessoas precisando de uma roupa, ou de um incentivo a leitura daquele livro que você não vai ler mais.

Em todos momentos da vida nós temos que desapegar de algo, alguém, algum hábito, praticar o desapego é nos pequenos detalhes de todo dia. Eu quero dizer desapegar do lado negativo de tudo isso, das coisas ruins, ou que não te servem mais.

Ás vezes é só apego, é costume, é não querer largar, não querer ficar sem. É preciso analisar, se ainda vale a pena ter isso na sua vida."
(Ludimila Silva)


Poque eu escrevi esse texto? 

Campanha esqueça um livrosTive a oportunidade de "esquecer um livro" no dia 25 de Julho, foi uma campanha muito bacana, que consiste em você esquecer um livro em algum lugar público para que alguém ache e tenha uma experiência com esse livro e com a leitura, você deixa um bilhetinho dizendo que agora o livro e da pessoa e para fazer bom uso.  
Quando eu vi essa campanha fui participar, no dia várias pessoas postaram nos grupos do Facebook o que fizeram, onde deixaram e os recadinhos, e o que teve de pessoas dizendo que não tem coragem de dar seu livro, ou que trabalha muito para comprar o livro para depois dar assim.

E eu comecei a pensar, eu também sempre tive e tenho muito apego aos meus livros, sim, quero todos na minha vista e não pensava em dar. Tem aqueles que eu quero ler uma outra vez, ou simplesmente ter ele ali na estante. Mas a campanha não é para incentivar a leitura? E eu quero incentivar! Por isso participei e vou continuar nos próximos anos e sempre que eu puder.

Quantas pessoas não tem a oportunidade de ter um livro, de ler, de comprar então nem se fale, e por que não fazer a minha parte né? Se eu tenho condição de dar um livro meu ou que eu compre um para dar, isso não vai me fazer mais rica ou mais pobre. O que importa é o conhecimento, e isso ninguém tira da gente.

E foi por isso que pensei, vou fazer um texto sobre isso, sobre não se apegar. Espero que eu tenha conseguido passar a mensagem que eu queria, e que vocês tenham me entendido. 



Acompanhe nas redes sociais:




Nenhum comentário:

Postar um comentário