Resenha Livro: A garota do calendário Janeiro de Audrey Carlan

12 setembro 2017


A garota do calendário Janeiro de Audrey Carlan



Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em janeiro, Mia vai conhecer Wes, um roteirista de Malibu que vai deixá-la em êxtase. Com seus olhos verdes e físico de surfista, Wes promete a ela noites de sexo inesquecível — desde que ela não se apaixone por ele.

Livro: A garota do calendário – Janeiro (#01)
Série: A garota do calendário
Autor: Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 144
Comprar: Amazon 



Mia Saunders é uma jovem que não teve muita sorte com namorados, mas o último foi o pior deles, se aproximou dela apenas para emprestar dinheiro ao seu pai que é viciado em jogo. Quando o pai de Mia não pagou a dívida ele o deixou em coma na UTI, deixando uma dívida de 1 milhão de dólares, que Mia terá que pagar para salvar sua vida, de sua irmã e do seu pai.


" Você vai ser enviada para onde o homem estiver e ser tudo o que ele precisa durante um mês. Mas eu não vendo sexo. Se você dormir com eles, vai ser uma decisão sua.”

Então Mia se vê sem opção, a não ser aceitar o emprego que sua tia oferece, que é ser acompanhante de luxo na agencia dela. Durante um ano Mia irá passar cada mês com um cliente e receberá 100 mil por mês só para ser acompanhante, mas se rolar sexo ela ganha uma boa grana extra. 

O primeiro cliente de Mia é o Wes, um roteirista de filmes que mora em Malibu e surfista nas horas vagas. Ele é gato, engraçado e inteligente. Mia vai acompanhá-lo a eventos e jantares para que nenhuma interesseira o atrapalhe em seus negócios. O grande desafio para Mia, é não se apaixonar por seu cliente. Ser acompanhante de luxo é um trabalho, e ela leva isso até que bem devido as circunstancias que a levaram até ali.

" Eu morava em Los Angeles havia seis meses e nunca tinha ido a um jantar elegante durante esse tempo. Isso me fez pensar em como minha vida amorosa era triste. Pelo menos com esse trabalho, comecei a experimentar as coisas a vida.”
A garota do calendário Janeiro de Audrey Carlan

Achei a Mia uma personagem forte e decidida, não mede esforços para fazer o precisa ser feito e com a cabeça erguida. Wes é um cara incrível e não tem como não se apaixonar por ele, o que dificulta muito para Mia.

É um livro para ler sem preconceitos e julgamentos. É um romance adulto, como boas cenas de sexo, mas que não foca somente nisso, vejo um crescimento na personagem já nesse primeiro livro. E a leitura é bem agradável e rápida. 


" Parecia um trabalho de verdade, como se eu fosse a assistente pessoal de Wes e não uma prostituta. Tecnicamente eu não era uma prostituta, embora tivesse tido contato sexual com ele no primeiro encontro. Mas isso foi porque eu estava com tesão e ele é muito gostoso.”



Acompanhe nas redes sociais:




10 comentários:

  1. Confesso que ainda não tive oportunidade de ler este livro mas tenho curiosidade nele.

    beijinhos
    Rafaela Borges || KnightLand ❤

    ResponderExcluir
  2. Hello Dear!
    Nice post! U are amazing!
    Grettings from Poland!
    I Follow U, maybe U follow me back?

    https://nataliazarzycka.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu achei esse livro muito ruim, já até me desfiz dos meus exemplares porque comigo não funcionou mesmo. Achei a Mia uma hipócrita de marca maior e muito chata e mimizenta.
    Infelizmente eu li até o terceiro e diferente de você não consegui ver crescimento nenhum, achei que ela regrediu a cada livro.
    Mas que bom que você gostou, espero que a série siga te conquistando.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  4. Acho que de tanto ler resenhas desta saga enorme eu já nem penso mais em ler porque conheci a personagem demais sabe? Não é uma coisa que eu faria, claro, mas acho que ela fez várias aventuras legais.

    ResponderExcluir
  5. Menina eu não consigo gostar dessa série, mas não posso falar mal já que nunca li, não é justo. Mas por tantas resenhas que leio eu não me sinto atraída e acho a protagonista tão superficial, sem dizer a quantidade de livros, acho demais. Mas como disse nunca li, então talvez devesse dar uma chance, vai que eu curto.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Ludmila!
    Eu já li várias resenhas a respeito dessa série, mas não conseguem me convencer. Gosto de romances, hot ou não, mas essa série aparenta ter tudo o que eu desaprovo em romance. Em todo o caso, eu posso mudar de opinião futuramente. Se tiver oportunidade de ler, lerei e volto aqui para contar o que achei.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Hot não é um gênero que morro de amores por. Até leio alguns, mas sempre procuro outros para colocar na frente. Achei interessante você destacar que o livro não focou só em sexo, o que acontece muito em histórias desse gênero. Mas, mesmo assim, não sei se daria uma chance à história, ainda mais pela quantidade de volumes que a série tem.
    Mas gostei da resenha :)
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Acho que eu sou um ET, porque eu não consegui gostar do Wes. Sempre vejo o pessoal falando sobre o quanto o amam, mas eu não gostei dele MESMO. Já com a Mia foi outra história, gostei de ver quão determinada ela era, e vê-la se descobrindo foi muito bom. Eu só cheguei a ler Janeiro e Fevereiro, mas não gostei de nenhum dos dois *-*
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  9. Oi Lud!

    Tudo bem? Essa série divide muito as opiniões, aparentemente, mas para ser bem honesta estou mais curiosa do qualquer outra coisa para saber mais sobre ela desde que eu descobri que ela vai virar uma acompanhante e aí cada mês sai com um cara.

    Eu adorei você ter mencionado que é um livro que tem que se ler sem julgamentos, acho realmente que a história pede este tipo de mentalidade e fiquei feliz em saber que a Mia tem uma personalidade forte!

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  10. Olá...
    Adorei sua resenha, muito bem escrita, porém, não sou muito fã de livros com essa pegada mais hot e por mais que essa serie tenha feito muito sucesso ainda é um livro que me recuso a ler, pois, me sinto incomodada com as exageradas cenas de sexo.
    Bjo

    ResponderExcluir