Resenha Livro: A garota do calendário Fevereiro de Audrey Carlan

03 julho 2018





Livro: A Garota do Calendário Fevereiro (#2)
Série: A Garota do Calendário
Autora: Audrey Carlan
Editora: Verus
Ano: 2016
Compre: Amazon

Páginas: 135

A garota do calendário Fevereiro de Audrey Carlan

Sinopse: 

Ela precisava de dinheiro. E nem sabia que gostava tanto de sexo. O fenômeno editorial do ano e best-seller do New York Times, USA Today e Wall Street Journal Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.




Fiz a resenha do primeiro livro tem um tempo já, e vocês podem conferir aqui, e lá contei os motivos que levaram Mia Sanders a se tornar acompanhante de luxo. Agora em Fevereiro, Mia vai para Seattle e conhece o artista francês Alec Dubois, ele está preparando uma exposição e precisa de uma musa para as pinturas e ele escolheu Mia. 



A exposição tem como tema o Amor, e Mia tem que demonstrar certos sentimentos enquanto posa para o artista, mas com os problemas de sua vida ela não consegue se amar.





"— Por que você não se ama? — Suas palavras me atingiram como uma marreta, deixando um buraco gigante na minha alma."


Achei o envolvimento deles bonito, mesmo com todas as cenas de sexo, Alec tenta mostrar a Mia o valor que ela tem e que ela tem que se amar antes de qualquer coisa. Alec tem uma visão linda sobre o amor, e isso é bom, e faz com que Mia reveja seus conceitos.

Mia percebe que seu passado e sua situação atual não podem definir quem ela realmente é, uma jovem com sonhos, defeitos, qualidades, um ser humano como qualquer outro.


"— Assim, eu preciso te amar um pouco para querer estar com você dessa maneira. Mas ainda posso te amar e deixar você livre. Você vai levar o meu amor quando for embora. Para sempre. E esse pedaço do meu amor vai ser seu enquanto você viver."

Gostei da mensagem que esse livro quis mostrar, apesar de eu amar um romance e um clichê. O modo de amar e de ser livre de Alec encanta, e Mia aprendeu e cresceu com ele sim apesar de não parecer, eu a credito que aprendeu sim.






Aproveitem e já vão conhecendo os Blogs das meninas do PROJETO JULHO TODO DIA:





Me acompanhe nas redes sociais:







Projeto Julho Todo Dia blogueiras

4 comentários:

  1. eu estou à procura de livros que me prendam reeeeaaaalmente na leitura, e acredito que essa é uma historia muito envolvente. Me lembra um pouco cinquenta tons de cinza, é mais ou menos nessa pegada?

    http://www.larissaantonelli.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Estou a um tempinho querendo ler a coleção, mas ainda estou terminando a triologia de Cinquenta tons e também porque estou sem money para comprá-los.

    ResponderExcluir